Janeiro 24, 2022

Portal Voz do Brasil

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que você deseja saber mais sobre no Journaloleme

Infecção do governo pode aumentar significativamente o risco de diabetes em crianças: estudo do CDC

Um novo relatório dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças afirma que pessoas com 18 anos ou menos que estão se recuperando do Covit-19 correm maior risco de desenvolver diabetes tipo 1 ou tipo 2.

A descoberta “destaca a importância das estratégias de prevenção da COVID-19, incluindo a imunização para todos os indivíduos elegíveis abaixo dessa faixa etária, além da imunização e gerenciamento crônicos” Pesquisadores dizem.

Seu relatório, divulgado sexta-feira, segue outros estudos que sugerem Adultos podem estar em maior risco Irá desenvolver diabetes após se recuperar do Covit-19.

Outros pesquisadores também notaram um aumento no diagnóstico de diabetes entre crianças que se recuperam do vírus na Europa.

Pesquisadores do CDC examinam bancos de dados de duas grandes reivindicações de seguro de saúde dos EUA, comparando dados de crianças infectadas com o vírus com Covit-19 de 1º de março de 2020 e início a meados de 2021 com dados de crianças que não estão infectadas com o vírus.

Ambos os conjuntos de dados mostraram um aumento significativo no diagnóstico de diabetes entre crianças com COVID-19, mas em níveis diferentes: um conjunto mostrou um risco 166% maior de diabetes do que o outro, e o risco foi 31% maior. .

O “SARS-CoV-2”, o vírus que causa o Govt-19, tem sido associado à incidência de diabetes mellitus, disseram os pesquisadores em comunicado. Nos meses após o diagnóstico de Govit-19 e o exame para diabetes. Os sintomas incluem aumento da sede, aumento do apetite, micção frequente, perda de peso, fadiga, dor abdominal, náuseas e vômitos.

Crianças de 5 a 17 anos podem receber a vacina da Pfizer; Pessoas com 18 anos ou mais podem obter Pfizer ou Moderna. A vacina Johnson & Johnson ainda está disponível como primeira dose para adultos, mas o CDC recomenda obter uma das outras duas marcas como reforço. Todos com 16 anos ou mais são atualmente elegíveis para o reforço.