Menino que sofreu queimaduras em carvoaria segue internado em estado grave

João Miguel sofre queimaduras em carvoaria no Maranhão
Foto/divulgação

Menino que sofreu queimaduras em carvoaria segue internado em estado grave

– publicidade –


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});


O pequeno João Miguel, que sofreu queimaduras de terceiro grau em uma carvoaria nas proximidades do município de Buriticupu, no estado do Maranhão,  segue internado em estado grave, é o que diz último boletim médico divulgado nesta terça-feira (4) pelo Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lages, em Goiânia (GO).
De acordo com o boletim, João Miguel continua internado na UTI, respirando ajuda de aparelhos e sem previsão de alta.
Leia também:


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

há cerca de duas semanas, Miguel foi encaminhado por intermédio de uma UTI Aérea para o Hospital de Queimadura da capital do Goiás, no qual é referencia nacional em queimaduras graves. Antes da transferência para outra unidade hospitalar, a criança passou por uma cirurgia para amputar as pontas dos dedos.

Entenda o caso

A mãe do garoto Miguel, de quatro anos, que mora no município de Sagrima, próximo a cidade de Buriticupu, no estado do Maranhão, pede ajuda para tratar o filho que teve o corpo queimado após cair em uma Caieira (espécie de forno artesanal para fabricação de carvão). A família está desesperada e não dispõe de recursos financeiros para arcar com as despesas do tratamento e pede ajuda nas redes sociais.

De acordo com informações da família, João Miguel estava acompanhado do pai em uma área que produz carvão vegetal, quando a criança correu em direção a um local em que havia um buraco coberto e fogo por baixo, vindo a cair dentro. Há informações que outras pessoas sofreram queimadura tentando salvar o menino.

Para doar acesse AQUI, e confira o número da conta bancaria da mãe de João Miguel.
– publicidade –


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *