Augustinópolis; Justiça suspende registro de advogado suspeito de ficar com R$ 500 mil de clientes

Augustinópolis justiça suspende registro de advogado suspeito de ficar com R$ 500 mil

Augustinópolis; Justiça suspende registro de advogado suspeito de ficar com R$ 500 mil de clientes


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

De acordo com informações do G1, o advogado Roberto Almeida Ferreira está sendo investigado por apropriação, falsificação de documento, lavagem de dinheiro e patrocínio infiel, quando o dono de uma procuração prejudica o cliente. Segundo a Polícia Civil, ele teria se apropriado de mais de R$ 500 mil de pessoas que atendeu na região do bico do Papagaio e no Maranhão entre os anos de 2015 e 2018. Os casos estão sendo investigados pela 1ª Delegacia Augustinópolis e até o momento foram identificadas 18 vítimas.

Diante das acusações, o juiz da Vara Criminal da Comarca de Augustinópolis decretou suspensão cautelar do exercício da advocacia, assim como a indisponibilidade de todos bens do advogado.
O delegado Jacson Wutke, responsável pelas investigações, informou que foram identificadas 60 ações judiciais abertas pelo advogado, cujos valores foram recebidos mediante procuração.


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

As vítimas contaram à polícia que foram procuradas por pessoas ligadas ao advogado para entrar na Justiça por causa de empréstimos consignados feitos sem autorização em seus benefícios previdenciários.
Ainda segundo a polícia, o advogado entrou com as ações e até repassou parte do dinheiro para as vítimas. Ele afirmava que existiriam mais parcelas para receber, mas desaparecia e não atendia mais aos telefonemas e visitas das vítimas.
A polícia afirmou que foram movimentados R$ 676.692,89. Porém, com base nas declarações colhidas das vítimas, foi verificado que apenas R$ 172.800,00 foram repassados aos beneficiários.
O delegado informou que está tendo dificuldade para localizar o advogado, mas espera ouví-lo ainda nesta semana. Não há mandado de prisão contra Roberto Almeida Ferreira até o momento.


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *