Concurso AGU 2018; banca IDECAN é escolhida para organizar o certame para 100 vagas

Concurso AGU 2018; banca IDECAN é escolhida para organizar o certame para 100 vagas 1

Concurso AGU 2018

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Foi divulgado no Diário Oficial da União desta segunda-feira, 17 de setembro, que o Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (IDECAN) assinou o contrato para organizar o próximo concurso público da Advocacia Geral da União (Concurso AGU 2018). A expectativa é que o edital seja divulgado no decorrer do segundo semestre.

Concurso AGU 2018; banca IDECAN é escolhida para organizar o certame para 100 vagas 2
Autorizado em junho, o concurso AGU 2018 é esperado para o preenchimento de 100 vagas em sete cargos no órgão. De acordo com o documento autorizativo o edital de concurso deverá ser divulgado em até seis meses após publicação da portaria, ou seja, até dezembro. O edital do concurso da AGU 2018 foi autorizado no dia 14 de junho.
“A realização deste concurso é um passo importante no processo de fortalecimento do quadro de servidores da AGU. Todos nós sabemos que as vitórias obtidas pela nossa instituição somente são possíveis graças, também, à incansável dedicação diária de nossos servidores”, afirmou a advogada-geral da União, ministra Grace Mendonça, no momento que o certame foi autorizado.
O concurso AGU 2018 foi autorizado com oportunidades para os cargos de Administrador (48 vagas), Analista Técnico Administrativo (10 vagas), Arquivista (02 vagas), Bibliotecário (01 vaga), Contador (32 vagas), Técnico em Assuntos Educacionais (02 vagas) e Técnico em Comunicação Social (05 vagas). Todos os cargos têm exigência de nível superior. Os salários oscilam entre R$5.044,64 e R$6.661,34.
O quantitativo autorizado é bastante inferior ao solicitado pela AGU. Acontece que o órgão pleiteou a oferta de nada menos que 1.364 vagas em cargos de Assistente Técnico Administrativo (349 vagas), Técnico em Contabilidade (433 vagas); requisito de nível médio completo; e Administrador (170 vagas), Analista de Sistemas (38 vagas), Analista Técnico-Administrativo (20 vagas), Arquivista (17 vagas), Bibliotecário (18 vagas), Engenheiro (15 vagas), Contador (258 vagas), Estatístico (16 vagas), Médico (09 vagas), Técnico em Assuntos Educacionais (10 vagas), Técnicos em Comunicação Visual (11 vagas); com requisito de nível superior.
De acordo com informações preliminares, será dado início imediato aos procedimentos internos para escolher e contratar a organizadora que irá realizar as provas do certame. Em regra, um concurso autorizado pelo Planejamento deve sair em até seis meses após concessão da pasta do governo.
O pedido que tratava da autorização do certame avançou nada menos que 33 vezes no Ministério do Planejamento no dia 12 de junho. A última movimentação mostrava que o pedido de autorização foi concluído no setor da Secretaria de Orçamento Federal/Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (veja abaixo). Foi um grande indício de que o certame estava próximo de ser autorizado.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *