Ladrão de carga “vaidoso”: criminoso preso fez implante capilar para despistar polícia

Rodrigo Fernandes Goulão de Almeida, 30 anos, foi preso na manhã desta terça-feira (24), em uma clínica estética no Setor Marista, em Goiânia. Segundo a Polícia Civil, ele é um dos maiores ladrões de carga de Goiás e teria feito vários procedimentos faciais e implante capilar com o intuito de despistar a polícia. A prisão faz parte da sexta etapa da Operação Líquido Dourado realizada pelas polícias Civil e Rodoviária Federal.
A polícia chegou até o Rodrigo após três meses de investigação. No veículo do suspeito foram encontradas placas de caminhões clonadas. No momento da prisão ele apresentou uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsa. O detido, de acordo com a investigação, é especialista em roubo de cargas de combustível e açúcar. As investigações apontam que ele roubava cargas dos produtos, reembalava e vendia com sua marca, no Estado do Pará.

Leia também:

O delegado Alex Vasconcelos contou que também possui imagens onde Rodrigo aparece roubado uma caminhonete de um shopping na capital. Este veículo teria sido usado em roubos praticados nas rodovias.
O advogado Wagner de Melo afirmou que Rodrigo está em dia com a Justiça e há um ano cumpre pena no regime semiaberto. Residindo atualmente no Pará ele estaria na capital para visitar familiares. O defensor explicou ainda que em abril deste ano durante uma das fases da operação, o detido chegou a ser levado para a delegacia, como suspeito, mas como não estava algemado deixou o local.
Os policiais localizaram ainda um galpão situado no Setor dos Aeroviários que seria do preso. No espaço foi apreendido farto maquinário utilizado pela quadrilha. O homem responderá por roubo, organização criminosa, uso de documento falso, lavagem de dinheiro e adulteração de sinal identificador de veículo automotor.
Foto: Divulgação/Polícia Civil
comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *