Polícia Militar emite nota de esclarecimento sobre abordagem policial envolvendo o prefeito Júlio Oliveira.


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Na manhã da última quinta – feira (16), por volta das 12 horas, o prefeito de Augustinópolis, Júlio Oliveira (PRB), foi abordado pela equipe da Força Tática da PM que estava em patrulhamento a fim de localizar um veículo de determinada característica, quando avistaram um veículo com características semelhantes. Os policiais não reconheceram de imediato que o condutor do veículo era o prefeito de Augustinópolis e realizaram a abordagem policial, o gestor foi submetido aos procedimentos da abordagem e reagiu de maneira apaziguador, durante o procedimento Júlio não invocou cargo ou a função que exerce para confrontar ou diminuir à ação dos policiais militares. 

A Polícia Militar emitiu na manhã desta sexta – feira (17), uma nota para esclarecer a ocorrência que envolveu o prefeito de Augustinópolis Júlio Oliveira e a Equipe da Força Tática da PM. Confira a nota abaixo na íntegra!
A Polícia Militar, por meio do Comando do 9º Batalhão, com sede em Araguatins-TO, vem, por meio de nota, esclarecer fato que envolveu o Exmo. Sr. Prefeito de Augustinópolis Júlio Oliveira e a Equipe da Força Tática do 9º BPM.

Na manhã de quinta-feira (16), por volta de 11h00, no Centro da Cidade de Augustinópolis-TO, a Equipe de Força Tática estava em patrulhamento a fim de localizar um veículo de determinada característica, quando avistou um veículo com características semelhantes, no qual estava o Exmo. Sr. Prefeito de Augustinópolis, Júlio Oliveira, que, por não ter sido reconhecido, de imediato, pelos militares, foi submetido à abordagem policial. Mesmo sendo Chefe do Poder Executivo local, o Ilustre Prefeito de Augustinópolis, que, à priori, por sua conduta ilibada, não necessitaria ser submetido à abordagem policial, agiu de maneira ordeira e pacífica durante o procedimento policial, e não invocou cargo ou a função que exerce para confrontar ou diminuir à ação dos policiais militares. A Polícia Militar vem a público esclarecer o fato, até para evitar que possíveis distorções se proliferem na comunidade ou em redes sociais, vindo a macular a imagem do Prefeito Júlio Oliveira ou da própria Instituição. É comum, as guarnições dos municípios que compõem o 9º BPM apoiarem-se no combate à criminalidade na região. E fazem isso por meio de abordagem policial. No caso em comento, o que culminou na abordagem foi o não reconhecimento, imediato, do veículo em que estava o prefeito por parte da equipe de Araguatins. Os municípios de Araguatins e Augustinópolis têm sido alvos de investidas criminosas, principalmente, na modalidade “Novo Cangaço”, onde meliantes aterrorizam a população, atacam quartéis e saqueiam os bancos. Em virtude disso, o nível de abordagem às pessoas e veículos, na região, tem sido uma ação preventiva constante da Polícia Militar. A Corporação orienta aos cidadãos augustinopolinos que, assim como o Sr. Prefeito de Augustinópolis se portou, colabore de forma pacífica e ordeira com a abordagem policial, pois só assim protege-se o cidadão de bem, e retira-se do seio social aqueles que só querem causar desordem e cometer crimes.


Quartel do 9º BPM, Araguatins-TO, 16 de março de 2017
Polícia Militar emite nota de esclarecimento sobre abordagem policial envolvendo o prefeito Júlio Oliveira. 1

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *