ARAGUAÍNA: Fiscais interditam fábrica de farinha de carne em frigorífico por irregularidades.

Na tarde da última segunda – feira (20), fiscais das secretárias do Meio Ambiente,  Fazenda e Departamento Municipal de Posturas e Edificações (DEMUPE), Serviço de Inspeção Municipal de Alimentos, juntamente com apoio da Polícia Ambiental, interditaram provisoriamente o Complexo Industrial da Frigonorte Sul, localizado no município de Araguaína – TO, região norte do estado, por não conter alvará de funcionamento e licenciamento ambiental. No local funcionava uma Graxaria, com fabricação de farinha de carne e osso.


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Os fiscais das secretarias já haviam notificado o proprietário no dia 18 de janeiro, mas na última segunda feira, os fiscais flagraram o local ainda em funcionamento. O proprietário do estabelecimento, tem um prazo de 24 horas para apresentar todos os documentos.
Um auto de infração foi lavrado e entregue a empresa por descumprir a primeira notificação. De acordo com o responsável pela fiscalização, no auto foi estipulado um valor de R$ 50 mil reais, por não conter licenciamento ambiental e alvará de funcionamento. A interdição da Graxaria segue até que a empresa faça a regularização junto as secretarias do Meio Ambiente e Fazenda.
No local os fiscais encontraram cerca de 300 kg de ossos, mais de 200 sacas de farinha de carne e osso que estavam sendo fabricados sem o licenciamento ambiental. A fiscalização também identificou que no local não há extintores de incêndio. Ou seja, o estabelecimento passará também por vistoria do Corpo de Bombeiros.
A graxaria é a atividade de coleta e reciclagem dos restos de animais gerados pelos abatedouros, açougues e frigoríficos, especialmente de animais como bois e aves. Por se tratar de um material rico em proteínas e minerais, tais restos são comumente empregados na produção de ração para animais de estimação, bem como na utilização em produtos de consumo para humanos, em setores de cosméticos, produtos de higiene e limpeza. Os principais produtos produzidos pelas graxarias são o sebo ou gordura animal, que é empregado na indústria de sabões e sabonetes, de rações animais e para a indústria química, bem como as farinhas de carne e ossos, empregadas de modo mais específico para as rações animais.
ARAGUAÍNA: Fiscais interditam fábrica de farinha de carne em frigorífico por irregularidades. 1
comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *