Em lágrimas, Jaldo Saraiva lamenta pelo Puskás e parabeniza adversário.

O pai de Marlone, Jaldo Saraiva, lamentou e chorou pelo prêmio Puskás que não veio na última segunda-feira (9), mas ao mesmo tempo parabenizou o filho pelo ano de 2016 no Corinthians e o vencedor desta edição da premiação, Mohd Faiz Subri, da Malásia. Jaldo Saraiva, a companheira Eunice Mariano e amigos acompanharam a premiação em Augustinópolis, interior do Tocantins, com amigos e familiares.
– Só gratidão. Mesmo que não deu certo, faz parte. O bom trabalho que ele fez ano passado no Corinthians é fruto disso aí e tem que continuar assim. Parabéns o Mohd Faiz Subri, que foi o vencedor, quem sabe no próximo não é o Marlone – disse o pai em lágrimas.
O meia concorreu a premiação com Mohd Faiz Subri e Daniuska Rodríguez. O gol do tocantinense foi anotado de voleio contra o Cobresal, do Chile, na Libertadores deste ano. Mohd Faiz Subri, do Penang FA, anotou sua pintura na partida contra o Pahang, em fevereiro, pelo Campeonato Malaio. Já Daniuska Rodríguez marcou na partida entre Venezuela e Colômbia, no dia 14 de março, em jogo válido pelo Sul-Americano Sub-17 Feminino.
A cerimônia de premiação do Puskás, da FIFA, foi realizada na última segunda-feira (9) em Zurique, na Suíça. 
comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *