Estudantes da zona rural reclamam da falta de transporte.

Os estudantes da rede estadual de ensino, que moram nos povoados, situados na zona rural de Augustinópolis, que dependem do transporte público estão há dias faltando aula porque o ônibus escolar parou de circular na região.
Os estudantes estão revoltados com a situação. Eles afirmam que desde a última segunda – feira (19) o transporte público escolar, parou definitivamente de circular e nem todos os estudantes possuem condições de pagar a passagem de táxi ou moto-táxi que custa em média R$ 20,00 a ida e a volta.
Alguns alunos para não perderem o período final de provas e para não reprovarem de ano, estão indo a pé e, outros vão com os pais, que as vezes não tem tempo de ir deixar o filho na escola por que precisam trabalhar cedo para sustentar a família.
Em diálogo com a equipe do Jornal do Bico, um aluno disse que teme perder o ano letivo em virtude do problema. “Aí na escola fica complicado. Nós perdemos essas aulas. Um dia de aula já é importante e nós já estamos perdendo. O final do ano já está bem aí e fica complicado”, finalizou.
Atualmente são mais de 90 alunos do ensino fundamental e médio que estudam em Augustinópolis – TO e que dependem do transporte escolar do município. Preocupação também para os estudantes que estão faltando. Com tantos dias perdidos correm o risco até de ficarem reprovados, as aulas encerram na próxima sexta – feira (23).
Redação Jornal do Bico
www.jornaldobico.com.br
jornaldobico.com.br@gmail.com
comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *