Os 25 municípios do Bico do Papagaio registram 217 casos de AIDS.

Municípios do Bico do Papagaio registram 217 casos de AIDS.
Foto: Internet

Os 25 municípios do Bico do Papagaio registram 217 casos de AIDS.

Nesta
quinta
– feira
(1º) é lembrado o Dia Mundial de Luta Contra a Aids e de
acordo com os dados do
Departamento
de DST, AIDS e Hepatites Virais,

que
mostram
a
quantidade de
pessoas que
foram diagnosticadas
com a
doença
nos últimos anos. Segundo o boletim epidemiológico do
departamento,
desde o início da epidemia em 1980 à
2015,
foram
registrados 217 casos de Aids na
microrregião conhecida como Bico do Papagaio, localizada no extremo
norte do Estado do Tocantins.

O território
abrange uma área de 15.852,60 Km² e é composto por 25 municípios. A população
total do território é de aproximadamente
196.389
habitantes.
O
levantamento exclusivo desenvolvido pelo Portal Voz do Brasil, mostra o
total de casos da doença, diagnosticados nos 25 municípios que
compõe a microrregião. A
cidade de Araguatins
– TO
e Tocantinópolis – TO, lideram o ranking.
Confira
na tabela abaixo o
número
casos

registrados por cidade.



Leia também:



Mais
de cinco mil pessoas podem estar com o vírus da aids no Tocantins,
mas não sabem que estão contaminadas. A estimativa é do MS, que
afirma que para cada caso notificado há quatro subnotificações. A
aids é uma doença causada pelo vírus HIV (síndrome da
imunodeficiência adquirida), que ataca as células responsáveis
pela defesa do organismo, deixando a pessoa mais vulnerável a
doenças oportunistas. Ela não tem cura, mas tem tratamento. 

A
pessoa pode estar contaminada e não saber, por que os sintomas
geralmente demoram a aparecer. Mas para isso é preciso tomar os
medicamentos indicados e seguir corretamente as recomendações
médicas. Segundo os especialistas, quanto mais cedo a pessoa souber
que tem o vírus e iniciar seu tratamento melhor será sua qualidade
de vida. Por isso, se a pessoa passar por alguma situação de risco
(sexo sem preservativo, uso de seringa contaminada, transmissão
vertical) recomenda-se fazer o teste anti HIV. 



Fonte Departamento de DST, AIDS e Hepatites Virais.


Redação
Portal Voz do Brasil

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *